Cá continuo este meu treino de blog

Cá continuo este meu treino de blog, de bloco de notas, de crónicas do tempo que passa, na breve impressão de poder falar para os abstractos outros que me possam acompanhar. Ouvi breves notícias, não analisei, fiquei apenas a saber que o terrorismo fundamentalista aportou no reino de Marrocos, que alguns empresários portugueses logo fizeram contabilidades utilitaristas e que não repararam que Rabat está mais próxima de Lisboa que Madrid.

 

Acima de tudo, continuo sem saber o que efectivamente se passa nos bastidores do pós-guerra no Iraque. Que os portugueses parecem mais embasbacados com as cenas sobre Portas em Monsanto, com as intervenções em defesa de Fátima Felgueiras e com outras árvores e ramagens que não nos deixam ver a floresta.

Comments are closed.