Jan 10

Hoje tenho estado bem silencioso

Hoje tenho estado bem silencioso, só porque fui mobilizado por uma enorme carga de aulas desde segunda-feira. Silencioso, mas com aquele sentido de dever cumprido e um enorme prazer de poder exercer esta tarefa de professor, especialmente quando vejo jovens caloiros com uma efectiva vontade de crescer para cima e crescer para dentro, bem como jovens assistentes em plenitude de dedicação, assumindo que as escolas não são questiúnculas e muitas “guerrazinhas de homenzinhos”. Hoje tenho estado silencioso, porque sinto que a plurissecular corrente da universidade ainda tem futuro. E mais não digo. Vivo.