Farpas

Francisco Sá Carneiro, António Guterres ou Adelino Amaro da Costa foram dádivas da Igreja à democracia e nenhum deles deixou de aliar-se a Nuno Rodrigues dos Santos, Emídio Guerreiro ou Raul Rego. Quem quiser esquecer-se deste facto fundacional do nosso estilo de vida política está a dirão um tiro nos pés.

O contágio é terrível. Nem com máscaras anti-gás, a coisa alivia. Ainda por cima, ainda usam os argumentos da Grande Guerra. Essa das trincheiras e dos gaseados.

Comments are closed.