Discursos que se gastaram pelo mau uso

Há quem dedilhe a lira do Bloco Central de há um quarto de século, há quem recante o Bloco de Direita, ainda mais antiquado, tal como se insiste no Bloco de Esquerda de há uma década. Eu gostaria mais de refundar o regime contra a corrupção e o indiferentismo. Não vou votar em atalhos.

 

Há discursos que se gastaram pelo mau uso e que começam a prostituir-se pelo abuso. Não quero frequentar esses mercados, condicionados pelas forças vivas dos grupos de pressão e dos grupos de interesse, com muita economia privada e evasão fiscal, mas com pouca ética protestante…

 

Há coisas antigas que não são antiquadas, há coisas novas que são antiquadas. A tal já foi restaurada uma vez por quem a quer restaurar mais uma vez e não me deixou saudades. Desde já, sou do contra.

 

“Man is small, and, therefore, small is beautiful”

 

“The essence of civilisation not in a multiplication of wants but in the purification of human character. Character, at the same time, is formed primarily by a man’s work. And work, properly conducted in conditions of human dignity and freedom, blesses those who do it and equally their products”

Comments are closed.