Económico 10 de Janeiro de 2012

O Governo já mudou de ideias quanto a coisas bem mais graves“, lembra o politólogo Adelino Maltez, referindo-se ao aumento de impostos, ou ao corte da TSU. Mas inverter o rumo faz “aumentar a falta de autenticidade do poder, que é a distância entre aquilo que se proclama e o que se pratica”, adianta. Por outro lado, é certo que “houve líderes políticos que utilizaram o facto de não haver acordo para ter mais apoio social” – como foi o caso de José Sócrates, no primeiro mandato, recorda – mas agora “há alguma falta de geometria social”, avisa o professor. Esta medida era uma forma de pedir um esforço ao privado, depois dos cortes salariais aplicados à função pública.

Comments are closed.