Finlandeses

Afinal os partidos que apoiavam o governo da Finlândia não eram da extrema-direita. E até apoiavam o governo socialista português. Quem estava contra a ajuda era mesmo o extrema-direita que subiu muito e o partido-irmão dos socialistas portugueses que ficou em segundo. Mesmo velhos camaradas deveriam ter a humildade de ver as coisas como elas são, caso do Dr. Soares que aqui denunciei, em tempo real.

Convém notarmos que, em certa Mitteleuropa e por entre os nórdicos, está a surgir um nacional-sindicalismo xenófobo, dito de esquerda, conforme as belas tradições anti-semitas que marcaram personalidades como Karl Marx, Louis Blanc, Proudhon e Blanqui e alguns dos partidos de massas socialistas. A intolerância e o etnocentrismo afectam todas as famílias políticas.

Comments are closed.